Mãezinhas
  •  

    Barrigudinhas

  •  

    Mãezinhas

  •  

    Pequenos

  •  

    Dicas

  •  

    Família

  •  

    Festas

    • 5

      Mãezinhas

      Você pode ser o que quiser!

      21/01/2016 POR Bruna Brenneisen

      Inicialmente se tornar mãe pode assustar um pouco. Quando um filho vem ao mundo, também nasce uma nova mãe, com inúmeras tarefas e obrigações. Você passa a ser segundo plano. Mas calma, não se desespere, é tudo uma questão de tempo!

      Logo nos primeiros meses de vida da minha filha levei um grande susto. Fui impactada pela realidade em que minha vida social e profissional se encontrava. Me vi passando pelo momento de realização do meu maior sonho: o de ser mãe. Era maravilhoso poder cuidar, amparar e amar a minha filha durante todo o dia. Em contrapartida estar 24h entre mamadas, banhos e trocas de fraldas me fazia sentir que faltava algo. Sentia falta de passar um batom colorido na boca, vestir uma calça jeans e r para a empresa. Sentia falta até do trânsito caótico que tinha que enfrentar até chegar lá. Sentia falta de me comunicar, de pensar em novos projetos, de ver pessoas, de abrir a mente para outras coisas. É um sentimento confuso, pois ao mesmo tempo em que eu desejava ter um tempinho para essas outras coisas, eu não conseguia imaginar como seria 'desgrudar' daquela coisinha pequena e cheirosa nem por um minuto. No começo não me permitia pensar assim, mas com o passar dos dias percebi que este sentimento era normal e que acontece com muitas outras mãezinhas.  A mulher de hoje trabalha, tem sonhos, planos, estuda, têm uma carreira, e muitas metas na vida. Ser mãe é uma delas. No meu caso, sem dúvidas a mais importante, que sem pensar duas vezes me faria abrir mão de todas as outras, porém me dei conta que isso não é preciso!

      Até antes do bebê chegar ao mundo, somos livres para fazer aquilo que bem entendemos e na maioria das vezes as obrigações que possuímos são impostas por nós mesmos, pois são a concretização das nossas próprias metas. Mas com a chegada de um filho essa realidade muda. O bebê chega e transforma sua vida por completo, isso é fato. Mas apesar de você estar extremamente feliz com essa realização, e não conseguir mais lembrar como era sua vida antes da chegada de seu filho, você também pode se assustar com essa mudança brusca e os impactos que ela causa na sua vida. Porque afinal, um filho não nasce aos poucos, não chega um dia, fica algumas horas, volta depois de dois dias, fica um pouco mais, no outro retorna, e fica por ainda mais tempo, até não sair mais. Isso não existe. Simplesmente um dia você está grávida e seu bebê está protegido dentro de sua barriga, e no outro dia você o tem nos braços, ao seu lado para sempre, e é praticamente afastada da sociedade e da vida ‘lá fora’ por um bom tempo.

      Inicialmente esse ‘afastamento’ é mais que necessário. Você e seu bebê precisam desse tempo para esquecer de todas as outras preocupações, se conhecerem e se adaptarem às suas novas rotinas de vida. Então, você se dedica integralmente a nova vida que chegou à sua, e que depende totalmente de você. Você pode até ter os noves meses gestacionais para se preparar psicologicamente para esta chegada, mas a prática é muito mais intensa que a teoria. Você está totalmente entregue ao seu filho, e se realiza com isso, enquanto seus outros sonhos ficam em stand by, guardados em uma caixinha de recordações. Até que certo dia você resolve abrir essa caixinha e as lembranças vem a tona e você se dá conta do quanto eles são importantes, e sente desejo de torná-los reais.

      Era desse desejo que eu tentava fugir nos meses iniciais da vida da minha filha, pensava que se eu tivesse esse tipo de sentimento, poderiam pensar que eu não estava totalmente feliz com minha vida de mãe, e eu estava sim, e muito mais do que um dia havia imaginado. Foi então que me dei conta que ser mãe, é ser mais uma porção de outras coisas também, e que não importa o que os outros pensarão ou falarão ao seu respeito, mas sim o que você sente e o que verdadeiramente é! Permita-se ter outros planos, outros sonhos, outros desejos que não envolvem o universo materno. E lembre-se sempre, o mais importante você já é: mãe. Sendo assim, você pode ser o que mais quiser!

      Você pode ser o que quiser!

      A mãezinha

      Bruna Brenneisen

      Publicitária, 23 anos, mãe da Clarinha e do Francisco, e idealizadora do projeto Mãezinhas.com

    Comente com o facebook
  •  
  •  
  •  
  • Bruna Brenneisen
     
     
    Encontro Mãezinhas 2017 - Com Super Nanny
     
     

    MAIS LIDAS

    FOLLOW @BLOGMAEZINHAS
       
    https://api.instagram.com/v1/users/2234105776/media/recent/?access_token=2234105776.1677ed0.2dda7fa43df54a1193afd8bf7127e7c7&count=12
  • Sabe aquele tipo de casal que você fala: “-Mano, eu boto muita fé neles!”!? É esse casal da foto que casou ontem. Costumo dizer que pra um casamento ser pra sempre nos dias atuais, com tantas possibilidades de desistir pelo caminho sendo cada vez mais facilmente oferecidas, somente é possível tendo Deus no meio, porque daí o casamento passa a ser vivido em sua totalidade. Sabemos que nos casamos não só com a figura do no nosso companheiro (a), é um laço com Deus, e é eterno. Esse casal aqui tem Deus no meio, início e final. Inspiram espera, renúncia, persistência e alegria pra viverem tudo isso! Carol, Mú, vocês costumam falar que somos inspiração pra vocês, preciso dizer aqui que vocês nem sabe o quanto também são inspiração pra gente, daquele tipo que faz pensar: “-Tomara que meus filhos sejam como eles!” Parabéns por ontem e por toda história de vocês. Estaremos aqui pro que der e vier! Amo vocês! ❤️ #ogrinhosday
  • Só eu que tenho vontade de esmagar demais!?
  • Dia de sentir Deus em todos os lugares. Até brincando aos sons dos passarinhos! ❤️
  • Aqui está o meu coração! ❤️ #família
  • O Rio de Janeiro continua lindo [...]
  • Alguém falou “diversão!?”
  • Mais uma viagem deliciosa começou. Dias pra ficar pertinho, colado, praticamente grudado, porque se essa não é a parte mais deliciosa de uma viagem em família, eu não sei qual é! ❤️ #família #amormaior
  • 5 anos atrás iniciava um novo ciclo que escreveria toda a história da minha vida dali em diante. 
Como diz a poeta: “Tú é o ser mais bonito que eu tive a sorte de conhecer!” Te amo @soudarlan ❤️
  • Inspirados e revigorados para dar e ser o melhor que pudermos naquilo que amamos. Trabalhar pra nós é uma missão, uma forma de ser feliz, fazer pessoas felizes e um mundo melhor. (Fotos RD 2018 e RD 2017) ❤️
  • Minha mocinha! ❤️ Minha parte!
  • Meu mocinho! ❤️ Minha parte!
  • Parece que foi ontem mesmo que eu pedia incessantemente a minha mãe, que me deixasse dormir na casa da minha prima Táta. Eram os dias mais esperados da minha infância! Alguns aninhos mais tarde chegou a hora das nossas filhas fazerem a mesma coisa. Emocionada estou, apenas isso. ❤️
Duas Clarinhas lindas que mais parecem irmãs do que primas! 😝
  • Bruna

    Brenneisen

    QUEM É ELA?

    Publicitária, 24 anos, mãe da Clarinha e do Francisco.

    É casada com Darlan, um papai designer e empreendedor muito dedicado, que não poupou esforços para dar vida a este grande projeto, chamado mãezinhas. Apaixonada pelas palavras escritas, criou o blog para compartilhar das experiências maternas com outras futuras e atuais mamães. Seu maior sonho sempre foi ser mãe, e torná-lo real dia após dia, torna-se uma grande e maravilhosa aventura da vida real, encarada corajosamente por tantas e tantas mulheres pelo mundo a fora.

  •  
  •  
  •  
  •  
    Copyright © 2018. Mãezinhas Todos os direitos reservados.
    Mãezinhas