Mãezinhas
  •  

    Barrigudinhas

  •  

    Mãezinhas

  •  

    Pequenos

  •  

    Dicas

  •  

    Família

  •  

    Festas

    • 1

      Mãezinhas

      Compra mãe?

      12/10/2016 POR Bruna Brenneisen

      Sempre que a Clara assiste alguns desenhos no Discovery, sei que logo ela vai começar a falar mil e uma vezes a frase "Compra mãe?". E não é pra menos, afinal, a cada dez ou quinze minutos de programação, os comerciais invadem a telinha, exibindo lindos e encantadores brinquedos que seduzem as crianças. Esse é um dos motivos que me fazem resistir a televisão. Com sorte, ela mesmo não tem pedido muito pra usar desse recurso nos últimos meses. Eu aproveito e nem me arrisco a ligar.

      Li outro dia num livro, a frase de uma autora que diz que quando suas filhas lançam a pergunta "Compra mãe?", ela não hesita em dizer um grande "não" como resposta, para que as filhas aprendam a lidar com a realidade. De fato, faz sentido, a vida não é toda cor de rosa, e ao longo dos anos, levamos muitos nãos. Eles doem, mas são importantes pra construírem um ser humano mais forte para encarar a vida. Apesar disso, eu ainda não consigo aplicar esse mesmo "não" quando a pequena Clara faz a tal pergunta, na verdade, nem mesmo tento.

      Trago ainda muito viva em minha memória as tantas e tantas vezes em que eu e minha prima Pâmela, sentadas no sofá da casa da vovó repetiamos incessantemente a mesma pergunta. Vovó e mamãe sempre respodiam um confortante "Compro filha!". E pronto, isso bastava. Era o que eu precisava ouvir. Me deixava feliz. Acho que pela inocência intrisceca que toda criança tem. Quando ela respondia que compraria eu sentia como se já tivesse aquele brinquedo e já me satisfazia. Nem mesmo era necessário que elas o comprassem. Isso nunca me fez mal. Nunca me senti iludida por minha mãe. Pelo contrário, me sentia feliz. Era só uma resposta, capaz de deixar uma manhã, ou melhor, um dia inteiro feliz.

      Daí então, cada vez que minha filha me faz essa pergunta eu penso "será que vale mesmo a pena ensiná-la sobre frustração ainda tão cedo?" Ela vai ter tanto tempo, tantos anos da sua vida pra lidar com frustrações. Talvez eu não precise ensiná-la sobre isso nesse momento.

      Por isso, hoje eu decidi responder o mesmo "Compro filha" que minha mãe me respondia. Isso porque Clara recém completou 2 anos, certamente quando ela tiver seus 4 ou 5 anos as coisas vão mudar, e uma afirmação dessa pode ter mais efeitos negativos na vida dela, até mesmo porque a noção dela sobre realidade, sobre verdade ou mentira que está em desenvolvimento, estará mais esclarecida. Assim como quando eu era criança, minutos depois de eu afirmar que compro o presente pra Clara, ela já nem mais se recorda do tal brinquedo, muito menos de que eu a prometi que compraria. Certamente no futuro ela será diferente, ela lembrará desse 'detalhe' e possivelmente me cobrará disso, então não poderei usar deste artifício confortante, capaz de trazer tamanha alegria momentânea. Até lá, seguirei assistindo minha filha reproduzir as minhas palavras e eu as de minha mãe, na tentativa de prolongar sua felicidade por mais alguns instantes.

      Compra mãe?

      A mãezinha

      Bruna Brenneisen

      Publicitária, 23 anos, mãe da Clarinha e do Francisco, e idealizadora do projeto Mãezinhas.com

    Comente com o facebook
  •  
  •  
  •  
  • Bruna Brenneisen
     
     
    Encontro Mãezinhas 2017 - Com Super Nanny
     
     

    MAIS LIDAS

    FOLLOW @BLOGMAEZINHAS
       
    https://api.instagram.com/v1/users/2234105776/media/recent/?access_token=2234105776.1677ed0.2dda7fa43df54a1193afd8bf7127e7c7&count=12
  • Sabe aquele tipo de casal que você fala: “-Mano, eu boto muita fé neles!”!? É esse casal da foto que casou ontem. Costumo dizer que pra um casamento ser pra sempre nos dias atuais, com tantas possibilidades de desistir pelo caminho sendo cada vez mais facilmente oferecidas, somente é possível tendo Deus no meio, porque daí o casamento passa a ser vivido em sua totalidade. Sabemos que nos casamos não só com a figura do no nosso companheiro (a), é um laço com Deus, e é eterno. Esse casal aqui tem Deus no meio, início e final. Inspiram espera, renúncia, persistência e alegria pra viverem tudo isso! Carol, Mú, vocês costumam falar que somos inspiração pra vocês, preciso dizer aqui que vocês nem sabe o quanto também são inspiração pra gente, daquele tipo que faz pensar: “-Tomara que meus filhos sejam como eles!” Parabéns por ontem e por toda história de vocês. Estaremos aqui pro que der e vier! Amo vocês! ❤️ #ogrinhosday
  • Só eu que tenho vontade de esmagar demais!?
  • Dia de sentir Deus em todos os lugares. Até brincando aos sons dos passarinhos! ❤️
  • Aqui está o meu coração! ❤️ #família
  • O Rio de Janeiro continua lindo [...]
  • Alguém falou “diversão!?”
  • Mais uma viagem deliciosa começou. Dias pra ficar pertinho, colado, praticamente grudado, porque se essa não é a parte mais deliciosa de uma viagem em família, eu não sei qual é! ❤️ #família #amormaior
  • 5 anos atrás iniciava um novo ciclo que escreveria toda a história da minha vida dali em diante. 
Como diz a poeta: “Tú é o ser mais bonito que eu tive a sorte de conhecer!” Te amo @soudarlan ❤️
  • Inspirados e revigorados para dar e ser o melhor que pudermos naquilo que amamos. Trabalhar pra nós é uma missão, uma forma de ser feliz, fazer pessoas felizes e um mundo melhor. (Fotos RD 2018 e RD 2017) ❤️
  • Minha mocinha! ❤️ Minha parte!
  • Meu mocinho! ❤️ Minha parte!
  • Parece que foi ontem mesmo que eu pedia incessantemente a minha mãe, que me deixasse dormir na casa da minha prima Táta. Eram os dias mais esperados da minha infância! Alguns aninhos mais tarde chegou a hora das nossas filhas fazerem a mesma coisa. Emocionada estou, apenas isso. ❤️
Duas Clarinhas lindas que mais parecem irmãs do que primas! 😝
  • Bruna

    Brenneisen

    QUEM É ELA?

    Publicitária, 24 anos, mãe da Clarinha e do Francisco.

    É casada com Darlan, um papai designer e empreendedor muito dedicado, que não poupou esforços para dar vida a este grande projeto, chamado mãezinhas. Apaixonada pelas palavras escritas, criou o blog para compartilhar das experiências maternas com outras futuras e atuais mamães. Seu maior sonho sempre foi ser mãe, e torná-lo real dia após dia, torna-se uma grande e maravilhosa aventura da vida real, encarada corajosamente por tantas e tantas mulheres pelo mundo a fora.

  •  
  •  
  •  
  •  
    Copyright © 2018. Mãezinhas Todos os direitos reservados.
    Mãezinhas