Mãezinhas
  •  

    Barrigudinhas

  •  

    Mãezinhas

  •  

    Pequenos

  •  

    Dicas

  •  

    Família

  •  

    Festas

    • 0

      Pequenos

      Vacinas - o que são e como funcionam

      21/03/2016 POR Bruna Brenneisen

      Nó último 17 de março, a Sociedade Brasileira de Imunização (SBIM) promoveu o primeiro Encontro SBIM com Blogueiros, reunindo os responsáveis por vários blogs que passam informações relacionados a saúde.

      Como sabem, a internet tem papel fundamental na dissipação das informações, e assim como pode auxiliar muito a vida das pessoas, pode também atrapalhar, isso se ela não for usada com consciência por parte do produtor do conteúdo e do internauta que procura informação. Digo isso, pois sabemos que muitas informações podem ser veiculadas de forma incompletas e erradas, e muitas vezes nós, internautas, procuramos por conteúdos que não deveríamos estar buscando nela. Por isso é preciso haver um bom senso, principalmente quando falamos de questões relacionadas a saúde. Existem muitos canais que produzem bons e confiáveis conteúdos, mas existem aqueles produzidos por leigos e até pessoas de má índole, que de fato passam informações incorretas que podem levar a grandes danos futuros. Por isso sempre me preocupo muito em falar apenas do que de fato tenho conhecimento, e deixar para que profissionais possam falar sobre suas áreas, e se hoje compartilho com vocês um pouco sobre este tema tão importante, que é a vacina, é porque, apesar de não ser uma profissional da saúde, fui muito bem instruída num dia de estudos, por execelentes profissionais da SBIM, que sabem tudo sobre esse universo, e tudo que falo é retirado dessa fonte segura.

      Isabella Ballalai – Presidente da SBIm, conversou conosco sobre o funcionamento das vacinas, visto que temos muitas dúvidas acerca do assunto, e certamente o primeiro dado que mais me impactou foi ter conhecimento de que as vacinas evitam mais de 2,5 milhões de mortes no mundo. É possível ter noção dessa quantidade e de quanto bem elas fazem a toda população? Com um número desses, faz total sentido a frase que eles tanto usaram no evento e que foi tema de uma das palestas, que diz: "Depois da água potável, a vacina é o maior avanço em saúde pública". Nunca havia parado para refletir sobre isso, mas sem elas o mundo seria um verdadeiro caos, com milhares de mortes e doenças, pessoas amedrontadas e hospitais que não caberiam ninguém, muito, muito pior do que já é hoje. De fato, é impossível imaginar o mundo sem elas, tentar pensar nisso é como simular um grande pesadelo. Felizmente, a vacinação é uma das poucas coisas que mais funcionam nesse país. Com isso não quero dizer que tudo está 100%, afinal, muito provavelmente você já precisou ou teve que levar seu pequeno a um posto de saúde tomar uma vacina e ela estava em falta no momento, no entanto elas ainda funcionam e os números de pessoas que tem acesso e elas no Brasil é muito grande.

      Vale lembrar aqui que as vacinas são desenvolvias para proteger bebês, crianças, adolescentes, adultos e idosos de doenças potencialmente graves e de alto impacto na população. Por vezes nos preocupamos apenas com os bebês e crianças que de fato estão iniciando sua trejetória e precisam ter uma série de vacinas, mas as outras faixas etárias da população também devem prestar atenção e tomar suas vacinas em dia, pois a vacina é proteção para todos, e vacina por si só não faz diferença, mas sim a vacinação. Isso porque tomar uma vacina não garante que você está livre de todos as doenças, primeiro porque nenhuma vacina é 100% eficaz, depois porque existem uma série delas, e é preciso manter a carteira sempre atualizada, além de que todos precisamos ter consciência disso. Se apenas eu me vacinar e todos as outras pessoas não, o vírus e as doenças estarão cada vez mais presentes no nosso meio e nos botando em perigo.

      As vacinas tem duas finalidades: criar defesas para que o indivíduo não adoeça, chamada ''imunidade individual'' e diminuir a circulação de vírus e bactérias no ambiente, chamada de "imunidade coletiva". Elas são desenvolvidas de duas formas: "a partir de vírus vivos cultivados e enfraquecidos em laboratório (vacina atenuada) ou de vírus mortos, mas capazes de gerar resposta imunológica (vacina inativada). A inativação pode ser feita por meios físicos ou químicos, engenharia genética, entre outros."

      Ainda segundo a SBIM, há dois tipos de imunização: ativa e passiva. A primeira ocorre quando o próprio indivíduo produz as células de defesa, e a segunda quando os anticorpos são adquiridos de outro organismo — a mãe imunizada que transfere para o filho, por exemplo. A imunização ativa gera memória imunológica; a passiva, não. 

      Pra não me estender demais e deixar esse texto muito grande, finalizo dizendo que voltarei na próxima sexta-feira compartilhando alguns mitos e verdades acerca da vacinação, e deixo para vocês, o site da Sociedade Brasileira de Imunização: www.sbim.org.br. Lá, você terá acesso a tudo que envolve o univero das vacinas de forma segura, e um importantíssimo ebook que fora lançado no evento, que você pode ter acesso em www.sbim.org.br/ebook

      Crédito foto: Shutterstock 

      Vacinas - o que são e como funcionam

      A mãezinha

      Bruna Brenneisen

      Publicitária, 23 anos, mãe da Clarinha e do Francisco, e idealizadora do projeto Mãezinhas.com

    Comente com o facebook
  •  
  •  
  •  
  • Bruna Brenneisen
     
     
    Encontro Mãezinhas 2017 - Com Super Nanny
     
     

    MAIS LIDAS

    FOLLOW @BLOGMAEZINHAS
       
    https://api.instagram.com/v1/users/2234105776/media/recent/?access_token=2234105776.1677ed0.2dda7fa43df54a1193afd8bf7127e7c7&count=12
  • Sabe aquele tipo de casal que você fala: “-Mano, eu boto muita fé neles!”!? É esse casal da foto que casou ontem. Costumo dizer que pra um casamento ser pra sempre nos dias atuais, com tantas possibilidades de desistir pelo caminho sendo cada vez mais facilmente oferecidas, somente é possível tendo Deus no meio, porque daí o casamento passa a ser vivido em sua totalidade. Sabemos que nos casamos não só com a figura do no nosso companheiro (a), é um laço com Deus, e é eterno. Esse casal aqui tem Deus no meio, início e final. Inspiram espera, renúncia, persistência e alegria pra viverem tudo isso! Carol, Mú, vocês costumam falar que somos inspiração pra vocês, preciso dizer aqui que vocês nem sabe o quanto também são inspiração pra gente, daquele tipo que faz pensar: “-Tomara que meus filhos sejam como eles!” Parabéns por ontem e por toda história de vocês. Estaremos aqui pro que der e vier! Amo vocês! ❤️ #ogrinhosday
  • Só eu que tenho vontade de esmagar demais!?
  • Dia de sentir Deus em todos os lugares. Até brincando aos sons dos passarinhos! ❤️
  • Aqui está o meu coração! ❤️ #família
  • O Rio de Janeiro continua lindo [...]
  • Alguém falou “diversão!?”
  • Mais uma viagem deliciosa começou. Dias pra ficar pertinho, colado, praticamente grudado, porque se essa não é a parte mais deliciosa de uma viagem em família, eu não sei qual é! ❤️ #família #amormaior
  • 5 anos atrás iniciava um novo ciclo que escreveria toda a história da minha vida dali em diante. 
Como diz a poeta: “Tú é o ser mais bonito que eu tive a sorte de conhecer!” Te amo @soudarlan ❤️
  • Inspirados e revigorados para dar e ser o melhor que pudermos naquilo que amamos. Trabalhar pra nós é uma missão, uma forma de ser feliz, fazer pessoas felizes e um mundo melhor. (Fotos RD 2018 e RD 2017) ❤️
  • Minha mocinha! ❤️ Minha parte!
  • Meu mocinho! ❤️ Minha parte!
  • Parece que foi ontem mesmo que eu pedia incessantemente a minha mãe, que me deixasse dormir na casa da minha prima Táta. Eram os dias mais esperados da minha infância! Alguns aninhos mais tarde chegou a hora das nossas filhas fazerem a mesma coisa. Emocionada estou, apenas isso. ❤️
Duas Clarinhas lindas que mais parecem irmãs do que primas! 😝
  • Bruna

    Brenneisen

    QUEM É ELA?

    Publicitária, 24 anos, mãe da Clarinha e do Francisco.

    É casada com Darlan, um papai designer e empreendedor muito dedicado, que não poupou esforços para dar vida a este grande projeto, chamado mãezinhas. Apaixonada pelas palavras escritas, criou o blog para compartilhar das experiências maternas com outras futuras e atuais mamães. Seu maior sonho sempre foi ser mãe, e torná-lo real dia após dia, torna-se uma grande e maravilhosa aventura da vida real, encarada corajosamente por tantas e tantas mulheres pelo mundo a fora.

  •  
  •  
  •  
  •  
    Copyright © 2018. Mãezinhas Todos os direitos reservados.
    Mãezinhas